Carlos Rossi Apresenta Suíte Duplex de 170m2 na Casa Cor SP 2012

Ao visitar a Casa Hotel, um dos últimos ambientes pelo qual passamos é a Suíte Duplex projetada por Carlos Rossi. No primeiro andar já me deparei com um lustre de cristais, da Artecristallo, extremamente sofisticado, e as paredes todas revestidas com painéis de fórmica com acabamento amadeirado, compondo o ambiente onde o arquiteto homenageou o mundo da moda.

Descendo as escadas, você chega à suíte, e é impossível não se surpreender com tanto aconchego. Dá vontade de deitar ali mesmo e continuar o passeio só depois de um cochilo!

A cama ficou em linhas obliquas, setorizando o “quarto” mas sem perder a premissa de oferecer um ambiente integrado. Logo atrás da cabeceira, foi projetado um espaço para o escritório, todo revestido em tecidos, e nichos que receberam um projeto de luminotécnica especial. Todo o mobiliário, foi projetado pelo escritório de Carlos Rossi, exclusivamente para a mostra e executado pela SCA.

Pra acompanhar todo o requinte, o ambiente recebeu tapetes By Kamy, e as janelas foram revestidas com persiana de madeira e cortinas da Arthur Decor.

Logo em frente a cama, ficam os chuveiro de teto da Deca, com paredes de vidro, da Guardian, e uma sauna. O revestimento do piso merece até um destaque especial, um porcelanato de espessura diferenciada importado da Espanha, com chapas de grande dimensão (chapas de 3,60 x 1,20m) com espessuras a partir de 3mm e que tem altíssima resistência e instalação simplificada (dica: ainda pode ser revestido sobre outros pisos!)

Mas eu me enganei quando achei que o ambiente estava maravilhoso, e bastou eu andar um pouco mais pela Suite que me deparei com o paraíso, o SPA. A primeira coisa que chama a atenção é a banheira, feita em acrílico leitoso e me disseram que pesa mais do que qualquer outra banheira, e depois consegui olhar o contexto.

A banheira fica posicionada sobre um “lago”, que reflete toda a beleza  sobre os seixos pretos, da Asiapedras, e com uma parede viva atrás servindo de cenário para o espetáculo. E foi aí que eu me enganei de novo! Na verdade não era uma parede vida, eram só folhas secas… isso mesmo, as folhas foram desidratadas e pintadas manualmente, até que atingissem o efeito natural. Perfeito!!

Saindo do convencional e arrancando ainda mais suspiros dos visitantes, Carlos instalou sobre os seixos preto do “lago” uma linda estátua e aplicou no nicho do teto, uma placa de cortiça, com um efeito luminotécnico genial.

Para mais informações entre em contato com o arquiteto.

Carlos Rossi Arquitetura
Rua Funchal, 513 conj. 111
Cep 04551-060    Vila Olímpia
São Paulo   SP
Tel. 11 3045-6666

 

CASA COR SP 2012

Período
29 de Maio a 22 de Julho
SPECIAL SALE: 19 a 22 de JulhoLocal
Jockey Club de São Paulo
Av. Lineu de Paula Machado, 1.173 – Cidade Jardim – São Paulo – SP
Veja mapa de localização 

Horário:
Terça a Sábado: das 12h00 às 21h30
Domingos e feriados: das 12h00 às 20h00

Preço
Terça a Sexta: R$ 39,00. Sábado, Domingo e feriados: R$ 45,00
Passaporte: R$ 75,00 (válido para todos os dias da mostra)

Mais Informações
(11) 3819-7955

Agência do Futuro por Daniel Kalil na Casa Cor SP 2012

Focado no conceito de transformar as agências em pontos de encontro e de cultura nos bairros através de um espaço com entretenimento, que fosse conectado com mundo, sem deixar de lado o contato pessoal aos clientes, Daniel Kalil, em parceria com a Cantarino Brasileiro e Relatório Bancário apresentou uma proposta revolucionário de agências bancárias

Para compor o ambiente, Kalil utilizou cores e móveis de design diferenciados, fornecidos pela Breton, que dão ao banco um ar mais humano, no lugar daqueles espaços tradicionalmente frios e cinzas. Tudo isso, aliado às tecnologias que permitem que o local se adapte aos clientes, reconhecendo a cada um e apresentando as informações que o usuário deseja. Essa tecnologia foi toda desenvolvida e é apresentada pela Cantarino Brasileiro e BSI Tecnologia.

Confira a entrevista exclusivsa que o Decorando Com Classe fez com o arquiteto Daniel Kalil.


Para harmonizar o ambiente, o arquiteto utilizou rodapé e rodatetos da Santa Luzia, que pode ser encontrado em diversas casas de geso, e foram pintados com tintas Suvinil. E entre as modura, a parede foi revestida de papel de parede da Wallcovering.

Um maravilhosos pendente, da Artecristallo foi instalado ao lado dos totens, e vai até o chão, que foi revestido de granito preto da Gramazom. Para arrematar, um sistema de som invisível, da Ludk, foi instalado no ambiente e as caixas especiais foram embutidas sobre o forro de gesso.

O piso claro, é o Illusion da NSBrazil, e é um modelo que não recebe rejunte

A sustentabilidade é outro destaque do projeto. “Toda a iluminação foi feita por meio de lâmpadas LED (pela Lumicenter). Utilizamos pastilhas pequenas de vidro e de inox (da Colormix) que permitem o reaproveitamento das sobras. Aplicamos todos os revestimentos em placas de gesso ou MDF, reaproveitando por completo os materiais utilizados em outros lugares. Inserimos uma parede verde, da Quadro Vivo, no ambiente para melhorar a qualidade do ar”, destaca Kalil.

Além disso, a interatividade é um dos grandes diferenciais do projeto. “Estabelecemos uma galeria de informação como eixo de ligação entre as diferentes áreas da agência. Ao longo desse eixo, o visitante recebe, através dos painéis interativos, as informações que deseja até chegar aos caixas eletrônicos com sensor de movimento”, completa o arquiteto. Desenvolvida em uma área de 75m² e aplicável a qualquer agência bancária, a ideia promete ser a união entre tecnologia, setor financeiro e meio ambiente.

Em 2011, Daniel Kalil ganhou o Concurso Banco Contemporâneo na categoria Melhor Projeto em Sustentabilidade. Este projeto foi o ponto de partida para desenvolver a Agência Bancária Conceito, iniciativa que fará parte da CASA COR SÃO PAULO 2012.

Natalia Hamada

Bilheteria & Concierge por Patricia Hagobian na Casa Cor SP 2012

Formas e cores definiram a identidade forte e marcante de sofisticação em 126m2. Foi assim que a Designer de Interiores, Patricia Hagobian, apresentou seu magnífico ambiente na Casa Cor, aliando ainda funcionalidade e design em grande escala.

A iluminação foi explorada de diversas maneira, e a tecnologia ficou por conta dos LEDs, executado pela OL Iluminação, instalando projetores que refletiam um foco de luz de 15º, e produziram um efeito “wall washer” sobre o painel de placas brancas foi o que mais chamou a atenção. No teto foi utilizado iluminação indireta, embutida na sanca de gesso, hora em linhas orgânicas, hora em linhas paralelas, e pontos de LED foram posicionados no chão auxiliando o caminho e conferindo um efeito de passarela.

Com um pé direito avantajado, tudo era muito grandioso, mas o destaque ficou por conta da passarela posicionada ao centro sobre um piso preto, de porcelanato ecostone de massa reaproveitada e textura orgânica, e demarcada com pastilhas, ambos da Zaro Revestimentos, em tom inspirado na cor da Tiffany& Co., onde os convidados desfilam ao entrar no evento

Um suntuoso lustre de 2m de diâmetro em metal inoxidável com gotas de esmeralda e cristais translúcidos em suas correntes, acompanhado por mais quatro menores a sua volta foram fornecidos pela Dunelli House, assim como as divertidas luminárias de manequim, confeccionadas em fibra de vidro e cúpulas em seda preta e renda francesa.

Outro destaque que brilhavam aos olhos de quem passava por ali, foi a pantera negra trabalhada em resina, do designer Leopoldo Martins, que ganhou um luxuoso colar de cristais swarovski e ficou posicionada estrategicamente sobre um tapete de branco em formato de pele animal, produzido a partir de fios de seda sintético.

A cômoda bombê, uma releitura do século dezoito, foi revestida de laca branca brilhante com acabamento nos puxadores e detalhes em prata brunido, misturando o neoclássico com o contemporâneo. Um aparador de vidro incolor somado a peça sustenta uma escultura e deixa a impressão de estar voando.

As paredes laterais receberam um revestimento ecológico de placas brancas, 0,50×0,50 cada, que foram produzidos a partir de bagaço de cana de açúcar e como se brincasse com a iluminação deram movimento ao ambiente.

Cadeiras, poltronas, arandelas e almofadas receberam tecido da Dunélli House. Como tendência o captonê marca presença no sofá e no balcão da bilheteria, revestidos com tecido de fibra de bambu, da Dunélli House.

Ao fundo do balcão da bilheteria, um papel de parede, oferecido pela Espaço Paper, valorizou a sofisticação do ambiente com listras verticais, e dando mais uma opção de iluminação, dessa vez mais decorativa, Patricia criou um jogo com cúpulas ao meio e uma iluminação mais leve, emoldurando o balcão.

Outra novidade foi a automação, criada pela Promp Web, que conta com monitoramento de todo o espaço por vídeo tendo a possibilidade de acompanhamento via Iphone e Ipad, além de um sistema único e exclusivo que registrará a passagem das pessoas pelo local. Trata-se de uma câmera fotográfica instalada na entrada, conectada via wi-fi a um computador, que captará fotos dos visitantes e automaticamente irá publica-las numa tela posicionada no ambiente, como também na fan page da designer no Facebook, onde poderão serem curtidas e compartilhadas em tempo real.  Isso sim é que é modernidade!!

Patricia Hagobian é designer de interiores e está sempre atenta as tendências e novidades do mercado, procurando ser atual, ousada e realizando projetos para proporcionar tudo o que há de melhor em criação e design. Em 2011 participou com enorme destaqueda Casa Cor Trio e da Mostra de Decoração Veja SP, e esse ano  assina pela primeira vez um projeto na Casa Cor.

“A minha proposta além do impacto, foi causar desejo pelo ambiente”, afirma Patrícia Hagobian.

Patricia Hagobian
Alameda dos Jurupis, 452 – Cj. 154
Moema  – São Paulo
contato@patriciahagobian.com.br
Tel.: 11 – 78950177 / 72073539

Natalia Hamada

10 cozinhas incríveis!

Indiferente do conceito de uma cozinha, alguns pontos sempre devem ser levados em consideração.

A iluminação mais forte nos locais de trabalho são essenciais para não forçar a vista, e optar por lâmpadas que seja capaz de reproduzir as cores com fidelidade (para cada tipo de luminária utiliza-se um tipo de lâmpada), em geral as dicróicas são as mais utilizadas. Caso o seu projeto ostente um pendente, o mais indicado é que ele fique de 0,9m a 1m de distância do tampo, e utilize lampadas um pouco mais amareladas, para criar uma sensação de conforto e tranquilidade.

É importante que as luminárias neste ambiente sejam desmontável, pois acumulam gordura e exigem uma limpeza mais fequente.

Outro item é a coifa, que pode ser do modo exaustor ou depurador, e vale a pena pesquisar qual tipo mais se adequa a sua cozinha. O tamanho do ambiente é que vai determinar qual a potência do aparelho, bem como o diâmetro do ducto para a instalação.

Ambiente de Duda Porto na Casa Cor Rio 2011

Rasgos de Luz no gesso com lâmpadas fluorescentes

 

Fica a dica.

Natalia Hamada

Sala de Jantar

Essa semana, o Decorando com Classe fez um post especial para o Blog do Say I Do sobre sala de jantar, e para complementar a proposta, apresentamos mais 15 idéias para montar a sua sala de jantar e ampliar o leque de opções.

Inspire-se

Bjos

Natalia Hamada