Blue Decor

Parece que nunca se falou tanto em uma única cor, azul está cada vez mais presentes nos grandes projetos de interiores, em diferentes tons, em diferentes lugares e em diferentes proporções.

20120824-202117.jpg

20120824-201843.jpg

20120824-201753.jpg

20120824-201924.jpg

Trabalhar com cores pede uma certa cautela e técnica. As cores podem se harmonizar de forma análoga, ou seja, no circulo cromático o verde está ao lado do azul, o que torna do azul uma cor análoga ao verde.

Particularmente acho esta combinação uma forma de dar cor ao ambiente de forma sutil.

20120824-200854.jpg

20120824-202003.jpg

 

20120824-202319.jpg

20120824-202527.jpg

Os tons do claro ao escuro é conhecido como paleta monocromárica, cria um efeito ilusório de profundidades e deixa certa harmonia no ambiente, porém não tão expressante quanto à harmonia do da cores complementares.

20120824-204153.jpg

20120824-202658.jpg

20120824-204330.jpg

As cores complementares são aquelas que estão opostas no círculo cromático, criam uma sensação harmoniosa e confortável  visualmente. A cor complementar ao azul é o laranja, contudo cores análogas ao laranja podem compor de forma agradável, como é o caso do vermelho nas fotos abaixo. Mas cuidado, essa é uma exceção, não é uma regra, logo, pode não funcionar com outras tonalidade.

As tendências não são apenas para o mundo do Decor, no Red Carpet e nas passarelas muitos looks foram vistos em Azul!

20120824-205819.jpg

Coleção Dior Verão 2013

20120824-202935.jpg

20120824-203333.jpg

20120824-203235.jpg

20120824-203818.jpg

20120824-205722.jpg

O Azul e branco sempre foi um clássico, muito presente em ambientes marítmos, casas de praia, terraços e ambientes externos em geral por ter um apelo visual encantador, além de contrastar incrivelmente com o verde da natureza, como já falei antes.

Não é à-toa que as cerâmicas branca e azul são ícones contemporâneos,  atravessam séculos e séculos e sempre são atuais e belíssimas.

20120824-204418.jpg

20120824-204229.jpg

20120824-204252.jpg

Enjoy!

Natalia Hamada

Suite de Michel Teló por Simone Goltcher na Casa Cor SP 2012

Há 9 anos consecutivos projetando ambientes e lançando tendências, a arquiteta Simone Goltcher apresenta este ano uma Suíte em homenagem ao cantor Michel Teló.

Confira a entrevista exclusiva com a arquiteta. Saiba porque ela acredita na mostra e como foram suas reuniões com um dos cantores mais requisitados do momento:





Tendo como premissa a sofisticação e a elegância, Simone se inspirou ainda no hit do cantor “Ai se eu te pego”, e transformou um espaço de 100m2 da Casa Hotel, no Jóquei Clube de São Paulo, em um ambiente masculino, que caracteriza um homem solteiro e bem sucedido. Com o estilo contemporâneo e tecnológico, o projeto conseguiu ainda transpor o conforto de uma casa para dentro de um quarto de hotel. “O estilo Armani serviu como principal inspiração”, revela a arquiteta.

Apontando tendências tanto de moda quanto de decoração, foi utilizado uma paleta de cores discretas, com vários tons de cinza e para quebrar a sobriedade foi utilizado o amarelo, ressaltando a personalidade viva e alegre do cantor. Criando um aconchego, uma lareira ecológica, da Construflama, foi instalada em um nicho na parede de pedra, instalada pela Montblanc Marmore, o acabamento ficou por conta dos espelhos laterias da L’vitrier. Os objetos de decoração foram fornecidos pela Cecilia Dale e Algoducci Decoração, e um delicado e discreto tapete da Tabriz Collection foi adicionado à sala.

O home Teather, desenvolvido pela Nextthouse Automação, foi destacado em um desnível na arquitetura e foi revestido com piso de madeira de demolição da Assoalhos Monet, conferindo maior aconchego ao ambiente, o mobiliário recebeu de linhas retas, como o sofá da marca italiana Italsofa, e a mesa de centro que mescla vidro e madeira, da Artefacto, entre diversos outros mobiliários da Casa Cenário.

O foco ficou para a cama que foi embutida no piso e recebeu um rasgo de luz inusitado ao seu redor, o painel da cabeceira também chama atenção, e foi revestido com papel de parede da Espaço Paper. A iluminação da suíte é de responsabilidade da ArteCristallo, que também forneceu o pendente Icon, do renomado designer italiano Valério Cometti. As persianas são da Uniflex D&D e ganharam cortinas da Arte Markante, a mesma fornecedora das almofadas, fora as almofadas mais desejadas de todas, da Missoni

No banheiro a parede em pastilha Colormix ganha a letra “M” em toda a extensão, uma dedicatória que a arquiteta fez inspirada no apelido pessoal do cantor. A banheira Free Standing da SPA Versati agrega requinte e sofisticação a sala de banho.

Toda a parte de mobiliário planejado e marcenaria foi projetada por Simone Goltcher e executada pela Criare Móveis Planejados, com linhas que seguem os padrões europeus de acabamento e design, internamente foram instalados cabideiros automáticos, que foram executados pela Trefimet. A laca Hi Gloss amarela de alta resistência da Criare e o Limestone Blumarine da Montblanc Mármores contrastam com o piso de madeira, o que deixa o ambiente descontraído. Todos os eletrodomésticos foram fornecidos pela Eletrommec e as louças são da Deca.


Como um mimo o ambiente ganhou uma tela da artista plástica Suzi Benedek, que desenvolveu um método criativo que transforma simples fotografias em objetos de decoração. Com um trabalho exclusivo e minucioso, Suzi constrói uma composição de imagens que contam a história do homenageado.

A arquiteta também contou com objetos pessoais do cantor para compor a decoração. A sanfona preferida e roupas, que foram escolhidas pelo próprio artista, fazem parte da ambientação.

 

Simone Goltcher
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1597, cj 601. São Paulo.
Tel: (11) 3814-6566

Natalia Hamada

Projeto de 1.200m2 assinado por Arthur Casas

Pra vocês entenderem bem do que se trata, vou começar pelas fotos porque imagens valem muito mais do que palavras… e as lentes de Leonardo Finotti falam ainda mais!

Na lateral da escada foi criado um painel, onde foi possivel projetar o corrimão como um nicho e embutir iluminação próxima aos degraus, auxiliando o caminho e criando efeitos luminotécnicos.

Arthur Casas, arquiteto formado há décadas pelo Makenzie, é muito bem conceituado, com projetos residências e comerciais incríveis, ganhador de diversos prêmios e atua na área de interiores e de construções.

Para desenvolver esse projeto de 1.200m2, Casas teve como conceito criar uma arquitetura que passasse desapercebido a partir da perspectiva da rua, contudo a iluminação natural abundante e incorporação da vista para o campo de golf (paixão dos proprietários) era uma exigência.

Para transmitir sua linguagem, Arthur Casas usou basicamente madeira Cumaru, tijolo sustentável orgânico e aço. Muitas aberturas para o exterior, espaços interligados, áreas de conveniência generosas e muito conforto.

Os revestimentos cerâmicos são da Lepri Ceramicas, a parede revestida de pedra é da Pagliotto Design. Para concretizar o projeto de luminotecnica Arthur Casas utilizou itens da Dominici e da La Lampe. Já os pisos de mármore foram variados, entre a Itaarte e a Pantanal.

Com uma arquitetura tão personalizada, houve a necessidade de esquadrias especiais, desenvolvidas pela SNaldi, e as demais esquadrias são da Eurocentro, os vidros foram fornecidos pela Artecor.

Os pisos de madeira foram feitos pela RB Madeiras e Lavoro e Arte, e as estruturas executadas em madeiras foram fornecidos pela Zeca Ubatuba. Para finalizar o projeto de paisagismo foi executados por Gil Fialho e Gica Mesiara.

O Studio Arthur Casas conta com escritórios aqui no Brasil e em Nova York.

Studio Arthur Casas Brasil
Rua Itápolis, 818, São Paulo
Tel: 2182-7500
Studio Arthur Casas Nova York
547 West 27th Street, Suite 309 – New York
Phone: +1 646 839 5063i.

 

Natalia Hamada

A Arte do Gesso na Decoração

Um grande aliado na arquitetura de interiores é o gesso, presente no forro, nas paredes, nos acabamentos e onde mais a criatividade permitir.

Com função estética e técnica, o forro de gesso, por exemplo, permite embutir tubulações, fiações, e criar sistemas luminotécnicos, neste caso, o gesseiro deve estar cientes de todos os posicionamentos das luminárias, para que as barras de sustentação do gesso possam ser posicionadas de modo que não atrapalhe os embutidas. Não adianta simplesmente fazer o projeto de luminotécnica, passar todos os fios, chamar o gesseiro pra fazer o forro de gesso e na hora de instalar as luminárias encontrar com as barras de sustentação no meio do caminho e ter que corta-las para instalar as luminárias.

Ambiente de Santos e Santos Arquitetura, com forro de gesso clean, as luminárias foram posicionados de modo estratégico e com foco.

A sanca invertida (que mudou muito durantes os anos) ou sanca em J, permite a iluminacão indireta, que pode ser feita com diferentes tipos de lâmpadas, inclusive LEDs, ou ainda intercalar as lâmpadas.

Os rasgos de luz seguem o mesmo conceito, onde a largura mínima deve ser de 20cm, para que possa ser feita a instalação e as manutenções.

Neste projeto de Fernanda Marques, foram embutidos as luminárias, as caixas de som ambientes e os climatizadores de ar, além de receber um rasgo de luz de ponta a ponta.

Projeto Pasini & Hamada Interiores conta com sanca em J sobre a mesa de jantar, luminárias embutidas e um nicho em painel de gesso com iluminação indireta.

Quanto aos tipos de sanca e rasgos… isso vai da criatividade, já que pode ser feita no teto, na parede, em nichos, próximos ao chão…

Lavabo revestido em porcelanato filetado, projeto de Santos e Santos Arquitetura

2 tipos de iluminação e uma caixa para o cortineiro não tiraram o conceito clean da malha do teto.

Moldura de gesso e forro personalizado pela Gesso Lucce

Forro de gesso com tiras e acabamento com tabica. Ambiente Beto Gonçalvez e Norea de Vito

Existem 2 tipos de gesso, o drywall e a placa de gesso. Dependendo do projeto, o gesseiro é quem vai indicar qual a melhor opção de material a ser utilizado. A placa de gesso é bem mais em conta do que o drywall, mas dá muito mais trabalho e pode levar mais tempo para instalar, logo todo o contexto do projeto deve ser analisado antes da decisão, indiferente se vai ser instalado no teto ou na parede.

Estudio Gourmet

O rebaixo no gesso, feito em J, destaca ambientes. Mas cuidado, deve ser feito em ambientes onde as pessoas permanecerão sentadas ou que tenham um pé direito privilegiado.

Por não ser uma iluminação forte e nem de foco, é indicada também para bancadas de maquiagem e cabelo.

Existem diferentes tipos de drywall, para proteção acústica, para sustenção, para divisão de ambinete, para forro, entre outros. Para se alcançar os efeitos desejados é importante que se escolha o modelo certo. Há sempre lançamentos interessantes dos maiores fabricantes, como a Knauf, que na ultima FEICON lançou a Hard Bord, que tem em sua composição fibras de vidro, com isolamento de até 60Db, mais do que uma parede de alvenaria.

Algumas empresas que já trabalhamos em São Paulo são:

 

Natalia Hamada

Apartamento de 220m² por Adriana Scartaris

Formada pela FAAP há mais de 25 anos, a design de interiores e artista plástica, Adriana Scartaris apresenta mais um dos seus projetos que combinam seu estilo contemporâneo e o universo particular de cada cliente.

A praticidade seguida da necessidade de espaço para a boa circulação, foram as bases para este projeto de 220m², um apartamentono Tatuapé em São Paulo.

A obra para a nova residência contou com a troca de todos os revestimentos, além da instalação de ar condicionado, som ambiente, home-theater integrado, novo projeto luminotécnico e forros em gesso.

Para atender uma jovem família de pai e mãe com menos de 40 anos, uma filha de 17, outra de 15 e um bebê de 6 meses, a profissional percebeu que todas as escolhas giravam em torno das necessidades do mais novo membro da família, que pedia praticidade, espaço para brincar e correr, móveis sem cantos vivos, e materiais que pudessem facilitar a limpeza.

Usando cerâmica no living e no terraço, com apenas um tapete em couro no primeiro ambiente, Scartaris prezou pela futura liberdade ao bebê com os primeiros passos e para que tudo ficasse bem prático na manutenção, com uma melhor fluidez nos espaços, e cantos levemente arredondados em todos os móveis.

A principal tendência apresentada neste projeto foi o uso de cores básicas com toques de tons vibrantes, além da mistura de materiais naturais. Para a cozinha, detalhes em vidro vermelho trazendo a cor de preferência da dona da casa, enquanto os quartos das filhas foram coloridos com as tonalidades que mais as agradavam.

Já para o living, terraço gourmet e demais ambientes, o pedido foi por aconchego para que os moradores estivessem sempre em um “ninho”, criado por conta da mistura de materiais naturais como algodão, couro, pastilhas de coco, objetos em madeira e fibras.

Soluções básicas de automação foram suficientes para atender o cliente em suas necessidades, como som ambiente, home-theater e iluminação integrada no living, que privilegia a luz aconchegante e quente, sem pontos que ofusquem a visão. Para os ambientes internos, a iluminação é feita com dimmer para cenas de estudo e repouso.

Para dar mais realce ao projeto, o uso de revestimento de alta qualidade ficou por conta do porcelanato espanhol padrão crema marfil.

Fornecedores:
Real HT (Automação), AD Móveis (Marcenaria), Recesa (Pisos e Revestimentos), Oficina D (Cortinas, Persianas, Papéis de parede e Tapetes), Casa Pinezi (Tintas Suvinil | Louças e metais Deca | Bitcino), Tec Lustres (Iluminação), Breton Actual (Movelaria).

Adriana Scartaris
Tel: 3955-1661 / 9138-8429
www.adrianascartaris.com.br
contato@adrianascartaris.com.br